Comportamento de genótipos de arroz de terras altas no estado de São Paulo

Amadeu Regitano Neto, Edson Ulisses Ramos Junior, Paullo Boller Gallo, José Guilherme de Freitas, Luiz Ernesto Azzini

Resumo


O desempenho de linhagens promissoras de arroz, gerado pelo programa de melhoramento genético do Instituto Agronômico (IAC) foi avaliado em diferentes ambientes. Os ensaios foram instalados em blocos casualizados com quatro repetições e parcelas experimentais com área útil de 6 m² nos anos agrícolas de 2006/2007, 2007/2008, 2008/2009 e 2009/2010, nos municípios de Capão Bonito-SP e Mococa-SP. A variação total dos dados de produção de grãos foi analisada pela ANAVA e pela ANADEV, e foram estimadas as significâncias dos efeitos da interação genótipo x ambiente pelas duas metodologias. A adaptabilidade e estabilidade de 16 genótipos de arroz de terras altas em 8 ambientes foram avaliadas pelos métodos de Eberhart e Russell (1966) e Lin e Binns (1988) e pela metodologia dos modelos mistos (REML/BLUP). Pelo método da média harmônica da performance relativa dos valores genotípicos (MHPRVG) foram selecionadas as linhagens IAC 2009, IAC 1829 e IAC 2005 com produções superiores em 11; 10 e 6% respectivamente, em relação à média geral, o que foi coincidente com os resultados obtidos pelas outras metodologias.


Palavras-chave


Arroz-melhoramento genético; Interação genótipo-ambiente

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.