Avaliação de genótipos de bananeira em Goiânia, estado de Goiás

Khaico Henrique Mendonça, Diogo Alisson dos Santos Duarte, Vinicyus Americo de Melo Costa, Glays Rodrigues Matos, Alexsander Seleguini

Resumo


No Brasil, 60% da área cultivada com bananeiras são das cultivares Prata, Prata Anã e Pacovan, no entanto, apesar da representatividade e importância destes genótipos, todos são suscetíveis às principais pragas e doenças desta Cultura. O objetivo foi avaliar o crescimento, desenvolvimento e produção de 23 genótipos de bananeiras: Caipira, Calipso, Bucaneiro, FHIA-02, FHIA-17, Thap Maeo, FHIA-01, FHIA-18, PA42-44, PA94-01, ST42-08, PV42-53, PV42-142, e PV79-34, PV94-01, PV42-81, YB42-21, YB42-03, YB42-07 Pacovan, Prata Anã, Maçã e Grand Naine, no município de Goiânia-GO, visando incorporar genótipos aos sistemas de produção comercial na região. O experimento foi conduzido na Embrapa Transferência de Tecnologia - Escritório de Negócios de Goiânia. Adotou-se o delineamento experimental em blocos ao acaso, com três repetições. As características avaliadas foram: altura da planta, circunferência do pseudocaule, número de folhas vivas na floração e na colheita, ciclo para florescimento e colheita do primeiro cacho, número de pencas por cacho, massa dos frutos, massa do cacho e das pencas, número, comprimento e diâmetro dos frutos. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Scott-Knott a 5%. Os resultados obtidos neste trabalho qualificam as cultivares FHIA 17, Tropical, FHIA 01, Grand Naine e Bucaneiro como promissoras para serem incorporadas aos sistemas de produção da região.

Palavras-chave


Musa spp.; Cultivares; Seleção; Produção

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.