Resposta de cultivares de soja à adubação fosfatada

Wellington Farias Araújo, Regynaldo Arruda Sampaio, Roberto Dantas de Medeiros

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta de cultivares de soja à adubação fosfatada, nas condições do cerrado roraimense. Os tratamentos, em esquema fatorial 4 x 4, correspondentes a quatro cultivares de soja (Paiaguases, FT 106, Mirador e FT 107) e quatro doses de fósforo (0, 90, 180 e 270 kg.ha-1 de P2O5), foram distribuídos no delineamento em blocos casualizados, com três repetições. As alturas de planta e de inserção da primeira vagem mostraram-se favoráveis à colheita mecânica. No geral, a quantidade de nódulos da Mirador foi significativamente superior à das demais cultivares. A Paiaguases apresentou maior valor médio para a massa de 100 grãos. Os maiores rendimentos foram apresentados pelos cultivares Paiaguases e FT 107, com 2.995,9 kg.ha-1 e 2.806,7 kg.ha-1, respectivamente. A dose de fósforo que proporcionou maior rendimento médio, dentro do intervalo experimental, foi de 270 kg.ha-1 de P2O5.


Palavras-chave


Glycine max, phosphorous, Brazilian Cerrado, nodulation, Roraima State.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.