Qualidade de sementes de melancia armazenadas em diferentes embalagens e ambientes

Salvador Barros Torres

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento das sementes de melancia (Citrullus lanatus Schrad.), cv. Crimson Sweet, armazenadas por doze meses em diferentes embalagens (saco plástico transparente, saco de papel comum e caixa plástica tipo Tuppewear) e ambientes de laboratório e câmara fria (10ºC e 40-45% UR). As avaliações foram realizadas em intervalos quadrimestrais, constando dos testes de germinação e vigor (primeira contagem de germinação, condutividade elétrica, envelhecimento acelerado e emergência das plântulas), além da determinação do teor de água das sementes. Pelos resultados, o ambiente de câmara fria (10ºC e 40-45% de UR) é eficiente no armazenamento das sementes de melancia durante doze meses, utilizando as embalagens saco plástico, saco de papel ou caixa plástica tipo Tuppewear, sem perda da qualidade fisiológica.


Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.