Efeito da fotossíntese na alcalinidade da água de cultivo da tilápia do Nilo

Davi de Holanda Cavalcante, Marcelo Vinícius do Carmo Sá

Resumo


As características físicas e químicas da água de cultivo afetam fortemente o crescimento, a reprodução, a saúde e a sobrevivência dos peixes. Por isso, delineou-se o presente trabalho com o objetivo de avaliar os efeitos da atividade fotossintética na alcalinidade total da água de cultivo de alevinos de tilápia do Nilo Oreochromis niloticus mantidos em laboratório. Havia 18 aquários de polietileno com capacidade total para 25 L e volume útil de 20 L, distribuídos igualmente em dois sistemas de cultivo (interno e externo). No início do experimento, quinze alevinos de 0,52 ± 0,06 g foram estocados em cada aquário de cultivo, tanto no sistema interno como externo. O sistema de cultivo externo (águas verdes) foi considerado o tratamento experimental do trabalho, tendo o sistema de cultivo interno (águas claras) como controle experimental. O experimento teve a duração de 6 semanas. Semanalmente, coletaram-se amostras de água de todas as unidades experimentais para determinação da alcalinidade total e leitura do pH. Os resultados foram submetidos à análise de variância (ANOVA) para experimentos inteiramente casualizados, adotando-se 5% como nível de significância. Em média, o pH da água nos aquários sem e com fitoplâncton foi de 7,32 ± 0,39 e 8,45 ± 0,40, respectivamente, havendo diferença significativa entre estes resultados (P < 0,001). A alcalinidade total média no sistema de aquários com águas claras e verdes foi de 50,49 ± 6,07 e 63,52 ± 2,12 mg L-1 CaCO3 , respectivamente, havendo diferença significativa entre estes resultados (P < 0,001).


Palavras-chave


Piscicultura; Tilápia; Qualidade de água; Fitoplâncton; Alcalinidade da água

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.