Variabilidade entre árvores matrizes de Ceiba speciosa St. Hil para características de frutos e sementes

Antonio Roveri Neto, Rinaldo Cesar de Paula

Resumo


A paineira-rosa (Ceiba speciosa St. Hil. - Malvaceae) é uma espécie arbórea com grande importância na recuperação de ecossistemas degradados e cuja madeira e paina são usadas em diversas atividades econômicas. O presente estudo avaliou a variabilidade e a repetibilidade para caracteres biométricos de frutos e sementes e qualidade de sementes entre árvores matrizes de C. speciosa. Foram coletados frutos de 36 árvores matrizes, determinando-se em cinco frutos o diâmetro, comprimento, massa fresca e seca e número de sementes e em 100 sementes, o comprimento, diâmetro e peso de 100 sementes. A qualidade fisiológica das sementes foi avaliada pela germinação e testes de vigor: índice de velocidade de germinação, envelhecimento acelerado (EA), condutividade elétrica (CE) e submersão das sementes em água, em quatro repetições de 25 sementes, exceto para CE e submersão, em que as repetições continham 40 sementes. Após os testes de EA e submersão, as sementes foram submetidas ao teste de germinação. As médias de árvores matrizes foram comparadas pelo teste de Scott-Knott e estimou-se o coeficiente de determinação genotípico, repetibilidade e correlação entre caracteres. As características avaliadas apresentam variabilidade significativa entre as árvores matrizes e estão sob baixa influência ambiental. As correlações entre caracteres biométricos com o processo germinativo e qualidade de sementes são baixas. Os coeficientes de repetibilidade são altos e a avaliação de cinco frutos e 100 sementes por árvore matriz e o uso de quatro repetições nos testes de germinação e vigor possibilitam boa confiabilidade na determinação da variabilidade da espécie.

Palavras-chave


Repetibilidade; Morfometria de frutos e sementes; Qualidade de sementes; Conservação genética; Restauração florestal

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, E. U. et al. Influência do tamanho e da procedência de sementes de Mimosa caesalpiniifolia Benth. sobre a germinação e vigor. Revista Árvore, v. 29, n. 6, p. 877-885, 2005.

ANNUNCIADO, T. R.; SYDENSTRICKER, T. H. D.; AMICO, S. C. Experimental investigation of various vegetable fibers as sorbent materials for oil spills. Marine Pollution Bulletin, v. 50, p. 1340-1346, 2005.

BONNER, F. T. Testing tree seeds for vigor: a review. Seed Technology, v. 20, n. 1, p. 5-17, 1998.

CARVALHO, J. E. U.; NAZARÉ, R. F. R.; OLIVEIRA, W. M. Características físicas e físico-químicas de um tipo de bacuri (Platonia insignis Mart.) com rendimento industrial superior. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 25, p. 326-328, 2003.

CARVALHO, P. E. R. Espécies arbóreas brasileiras. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2003. p. 691-698.

CRUZ, C. D. Programa Genes: versão Windows: aplicativo computacional em genética e estatística. Viçosa: UFV, 2001. 648 p.

CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa: UFV, 1994. 390 p.

FANTI, S. C.; PEREZ, S. C. J. G. A. Efeitos do envelhecimento precoce no vigor de sementes de Chorisia speciosa St. Hil. -Bombacaceae. Revista Árvore, v. 29, n. 3, p. 345-352, 2005.

GIBBS, P. E., BIANCHI, M. Post-pollination events in species of Chorisia speciosa (Bombacaceae) and Tabebuia (Bignoniaceae) with late-acting self-incompatibility. Botany Acta, v. 106, p. 64-71. 1992.

GUSMÃO, E.; VIEIRA, F. A.; FONSECA-JÚNIOR, E. M. Biometria de frutos e endocarpos de murici (Byrsonima verbascifolia Rich. ex A. Juss.). Cerne, v. 12, n. 1, p. 84-91, 2006.

HIGA, A. R.; SILVA, L. D. Pomar de sementes de espécies florestais nativas. Curitiba: FUPEF, 2006. 299 p.

KHERA, N.; SAXENA, A. K.; SINGH, R. P. Seed size variability and its influence on germination and seedling growth of five multipurpose tree species Seed Science and Technology, v. 32, p. 319-330, 2004.

LIMA, C. R. et al . Qualidade fisiológica de sementes de diferentes árvores matrizes de Poincianella pyramidalis (Tul.) L. P. Queiroz. Revista Ciência Agronômica, v. 45, n. 2, p. 370-378, 2014.

LOVATO, M. B.; MARTINS, P. S. Genetic variability in salt tolerance during germination of Stylosanthes humilis H. B. K. and association between salt tolerance and isozymes. Brazilian Journal of Genetics, v. 20, n. 3, 1997.

MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Piracicaba: FEALQ, 2005. 495 p.

MARTINS, C. C. et al. Emergência e crescimento inicial de plântulas de Archontophoenix cunninghamiana H. Wendl. & Drude provenientes de sementes de diferentes plantas matrizes. Ciência Rural, v. 43, n. 6, p. 1006-1011, 2013.

MATHEUS, M. T.; LOPES, J. C. Morfologia de frutos, sementes e plântulas e germinação de sementes de Erythrina variegata L. Revista Brasileira de Sementes, v. 29, n. 3, p. 8-17, 2007.

MYINT, T., CHANPRASERT, W.; SRIKUL, S. Effect of seed weight on germination potential of different oil palm (Elaeis guineensis Jacq.) crosses. Seed Science and Technology, v. 38, p. 125-135, 2010.

OLIVEIRA, D. A. et al. Potencial germinativo de sementes de Fava-D’anta (Dimorphandra mollis Benth. - Fabaceae: Mimosoideae) sob diferentes procedências, datas de coleta e tratamentos de escarificação. Revista Árvore, v. 32, n. 6, p. 1001-1009, 2008.

OLIVEIRA, S. A. G. et al. Estimation of genetic parameters of Plukenetia volubilis L. seed germination. Revista de Ciências Agrárias, v. 56, p. 49-54, 2013.

PANDEY, D. K. Conductivity testing of seeds. In: LINSKENS, H. F.; JACKSON, J. F. (Ed.) Seed analysis. Berlin: Springer-Verlag, 1992. p. 273-304.

SANTOS, F. S. et al. Biometria e qualidade fisiológica de sementes de diferentes matrizes de Tabebuia chrysotricha (Mart. Ex. A. DC.) Standl. Scientia Forestalis, v. 37, p. 163-173, 2009.

SANTOS, S. R. G.; PAULA, R. C. Testes de vigor para avaliação da qualidade fisiológica de sementes de Sebastiania commersoniana (Baill.) Smith & Downs. Scientia Forestalis, v. 37, n. 81, p. 007-016, 2009.

SOTO-GONZALES, J. L.; PAULA, R. C.; VALERI, S. V. Teste de condutividade elétrica em sementes de Albizia hassleri (Chodat) Burkart. Fabaceae-Mimosoideae. Revista Árvore, v. 33, n. 4, p. 625-634, 2009.

SOTO-GONZALES, J. L.; VALERI, S. V.; PAULA, R. C. Qualidade fisiológica de sementes de diferentes árvores matrizes de Corymbia citriodora (Hook.) K.D.Hill & L.A.S. Johnson. Scientia Forestalis, v. 39, p. 171-181, 2011.

SOUZA, L. M. F. I.; KAGEYAMA, P. Y.; SEBBENN, A. M. Sistema de reprodução em população natural de Chorisia speciosa A. St.-Hil. (Bombacaceae). Revista Brasil de Botânica, v. 26, n. 1, p. 113-121, 2003.

TABARELLI, M.; VICENTE, A.; BARBOSA, D. C. A. Variation of seed dispersal spectrum of woody plants across a rainfall gradient in northeastern Brazil. Journal of Arid Environments, v. 53, p. 197-210, 2003.

TORRES, S. B.; MARCOS FILHO, J. Physiological potential evaluation in melon seeds (Cucumis melo L.). Seed Science and Technology, v. 33, n. 2, p. 341-350, 2005.

VIEIRA, R. D.; KRZYZANOWSKI, F. C. Teste de condutividade elétrica. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA-NETO, J. B. (Ed.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Brasília: ABRATES, 1999. p. 4.1-4.26.

WUEBKER, E. F.; MULLEN, R. E.; KOEHLER, K. Flooding and temperature effects on soybean germination. Crop Science, v. 41, n. 6, p. 1857-1861, 2001.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.