Substâncias húmicas do solo cultivado com plantas de cobertura em rotação com milho e soja

Danielle Medina Rosa, Lúcia Helena Pereira Nóbrega, Márcia Maria Mauli, Gislaine Piccolo de Lima, Fábio Palczewski Pacheco

Resumo


A matéria orgânica (MO), principalmente suas frações, é indicadora da qualidade do solo e, na agricultura, está relacionada ao aporte de material vegetal por meio de cultivos. Neste contexto, a adoção de sistemas de manejo que aumentassem o fornecimento de MO, consequentemente, melhorariam a qualidade do solo. Assim, neste trabalho foram avaliadas alterações nos teores de MO e substâncias húmicas em um LATOSSOLO VERMELHO Eutroférrico, cultivado com plantas de cobertura em rotação com milho e soja. Em 2010, sob sistema de plantio direto, foram implantadas as plantas de cobertura mucuna anã (Mucuna deeringiana), feijão guandu anão (Cajanus cajan) e crotalaria juncea (Crotalaria juncea). Em 2011 foram implantadas as culturas do milho e as plantas de cobertura canola (Brassica napus), crambe (Crambe abyssinica) e nabo forrageiro (Raphanus sativus) e, em sequência, a cultura da soja. O teor de MO e carbono das frações húmicas foram determinados anteriormente à implantação, após o manejo da cobertura vegetal e após a colheita dos cultivos. No ano agrícola 2010/2011, após manejo das plantas de cobertura leguminosas, observaram-se alterações na concentração total de substâncias húmicas do solo. Em 2011/2012 houve incremento no teor de carbono e alteração no teor de ácidos fúlvicos. Dessa forma, as plantas de cobertura proporcionaram mais carbono na fração ácidos fúlvicos que contribui com aspectos de fertilidade do solo (CTC). O manejo com as plantas de cobertura, leguminosas e brassicáceas, e o cultivo de milho e soja aumentaram teor de MOS em um curto período de tempo, sendo o manejo considerado adequado para as condições estudadas.


Palavras-chave


Adubação verde; Matéria orgânica do solo; Sistema de plantio direto

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, R. da S.; STONE, L. F.; SILVEIRA, P. M. da. Culturas de cobertura e qualidade física de um Latossolo em plantio direto. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 13, n. 4, p. 411-418, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13600: solo: determinação do teor de matéria orgânica por queima a 440 oC. Rio de Janeiro, 1996. 2 p.

BALDOTTO, M. A.; BALDOTTO, L. E. B. Ácidos húmicos. Revista Ceres, v. 61, p. 856-881, 2014.

BENITES, V. M.; MADARI, B.; MACHADO, P. L. O. A. Extração e fracionamento quantitativo de substâncias húmicas do solo: um procedimento simplificado de baixo custo. Rio de Janeiro: Embrapa, 2003, 7 p. (Comunicado Técnico 16).

CALEGARI, A. et al. Impact of long-term no-tillage and cropping system management on soil organic carbon in an Oxisol: a model for sustainability. Agronomy Journal, v. 100, n. 4, p. 1013-1019, 2008.

CANELLAS, L. P. et al. Organic matter quality in a soil cultivated with perennial herbaceous legumes. Scientia Agricola, v. 61, n. 1, p. 53-61, 2004.

CANELLAS, L. P.; BUSATO, J. G.; CAUME, D. J. O uso e o manejo da matéria orgânica humificada sob a perspectiva da agroecologia. In: CANELLAS, L. P.; SANTOS, G. A. (Ed). Humosfera: tratado preliminar sobre a química das substâncias húmicas. Rio de Janeiro: UENF, 2005. p. 244-267.

CANELLAS, L. P.; FAÇANHA, A. R. Chemical nature of soil humified fractions and their bioactivity. Pesquisa Agropecuaria Brasileira, v. 39, n. 3, p. 233-240, 2004.

CUNHA, T. F. et al. Fracionamento da matéria orgânica humificada de solos brasileiros. In: CANELLAS, L. P.; SANTOS, G. A. (Ed.). Humosfera: tratado preliminar sobre a química das substâncias húmicas. Rio de Janeiro: UENF, 2005. p. 54-80.

DICK, D. P. et al. Química da matéria orgânica do solo. In: MELLO, V. F.; ALLEONI, L. R. F. (Ed.). Química e mineralogia do solo. Viçosa, MG: SBCS, 2009. p. 1- 68.

EBELING, A. G. et al. Substâncias húmicas e suas relações com o grau de subsidência em Organossolos de diferentes ambientes de formação no Brasil. Revista Ciência Agronômica, v. 44, n. 2, p. 225-233, 2013.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a guide for its bootstrap procedures in multiple comparisons. Ciência Agrotecnica, v. 38, n. 2, 2014.

FONTANA, A. et al. Atributos de fertilidade e frações húmicas de um latossolo vermelho no cerrado. Pesquisa Agropecuaria Brasileira, v. 41, n. 5, p. 847-853, 2006.

FONTANA, A. et al. Avaliação dos compartimentos da matéria orgânica em área de Mata Atlântica. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 33, n. 3, p. 545-550, 2011.

HAN, L. et al. Some concepts of soil organic carbon characteristics and mineral interaction from a review of literature. Soil Biology & Biochemistry, v. 94, p. 107-121, 2016.

LABRADOR MORENO, J. La matéria orgánica en los agrosistemas. Madri: Ministéria Agricultura, 1996, 176 p.

LOSS, A.; PEREIRA, M. G.; BRITO, R. J. Distribuição das substâncias húmicas em solos de tabuleiros sob diferentes coberturas vegetais. Revista Universidade Rural, v. 26, n. 2, p. 57-69, 2006.

MARTENS, D. A. Identification of phenolic acid composition of alkali-extracted plants and soils. Soil Science Society of America Journal, v. 66, n. 4, p. 1240-1248, 2002.

MENDONÇA, E. S.; MATOS, E. S. Matéria orgânica do solo: métodos de análises. Viçosa, MG: UFV, 2005. 107 p.

RIBEIRO, P. H. et al. Adubação verde, os estoques de carbono e nitrogênio e a qualidade da matéria orgânica do solo. Revista Verde, v. 6, n. 1, p. 43 - 50, 2011.

ROSA, D. M. et al. Action of dwarf mucuna, pigean pea and stylosanthes on weeds under field and laboratory conditions. Interciencia, v. 36, n. 11, p. 841-847, 2011.

ROSA, D. M. et al. weeds suppression and agronomic characteristics of maize crop under leguminous crop residues in no-tillage system. Tropical and Subtropical Agroecosystems, v. 16, p. 455-463, 2013.

ROSCOE, R.; BODDEY, R. M.; SALTON, J. C. Sistemas de manejo e matéria orgânica do solo. In: ROSCOE, R.; MERCANTE, F. M.; SALTON, J. C. (Ed.). Dinâmica da matéria orgânica dos solos em sistemas conservacionistas: modelagem matemática e métodos auxiliares. Dourados: Embrapa Agropecuária Oeste, 2006. p. 17-42.

ROSOLEM, C. A.; CALONEGO, J. C. Phosphorus and potassium budget in the soil–plant system in crop rotations under no-till. Soil and Tillage Research, v. 126, n. 6, p.127-133, 2013.

SANTOS, H. G. dos et al. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. rev. ampl. Brasilia: EMBRAPA, 2013. 353 p.

SANTOS, I. L. et al. Cover plants and mineral nitrogen: effects on organic matter fractions in an oxisol under no-tillage in the cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 38, n.6, p. 1874-1881, 2014.

SILVA, I. R.; MENDONÇA, E. S. Matéria orgânica do solo. In: NOVAIS, R. F. et al. (Ed.). Fertilidade do solo. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007. p. 275-374.

SILVA, L. S.; CAMARGO, F. A. O.; CERETTA, C. A. Composição da fase sólida orgânica do solo. In: MEURER, E. J. (Ed.). Fundamentos de química do solo. Porto Alegre: Evangraf, 2010. 266 p.

TEJADA, M.; HERNANDEZ, M. T.; GARCIA, C. Soil restoration using composted plant residues: effects on soil properites. Brazilian Journal Plant Physiology, v. 18, n. 3, p. 389-396, 2008.

TOMASI, C.; INDA, A. V.; DICK, D. P. Substâncias húmicas em Latossolo subtropical de altitude sob usos e manejos distintos. Ciencia Rural, v. 42, n. 12, p. 2180-2184, 2012.

ZOTARELLI, L. et al. Influence of no-tillage and frequency of a green manure legume in crop rotations for balancing N outputs and preserving soil organic C stocks. Field Crops Research, v. 132, p. 185-195, 2012.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.